Que tipo de animal você é no volante

Por mais que os veículos esbangem conforto e tecnologia, nem todo avanço tem sido capaz de frear o lado animal que marca o ser humano, principalmente na direção.
Não à toa, costuma-se dizer que o trânsito virou uma selva. A comparação não é pelo que os animais têm de ruim, já que vivem sua natureza instintiva; mas pelo que é da natureza do homem e ele muitas vezes não usa: a razão. Tem motorista que vocifera, mostra os caninos, ataca de surpresa, dá o bote, persegue.
A influência do lado animal, entretanto, não é só maléfica. Na astrologia chinesa cada pessoa tem um bicho que a representa, e dele herda potenciais e vulnerabilidades.
Descubra que tipo de animal você é e como reage quando ameaçado.
Rato
Motoristas nascidos em: 1900 – 1912 – 1924 – 1936 – 1948 – 1960 – 1972 – 1984 – 1996
De bem com a vida: o Rato no trânsito está longe de significar um motorista com caráter ou gosto duvidoso; ao contrário, esbanja generosidade, companheirismo e responsabilidade. No comando daquele carrão brilhando, com visual impecável, é bem provável que haja um Rato legítimo. De intuição aguçada, pode perder-se vez ou outra, mesmo em caminhos conhecidos. E daí? Que importância isso tem? Para esse otimista nato, desafios são combustível de vida. Logo ele surge com uma rota alternativa (ainda que se esqueça dela depois).
Quando ameaçado: é tentado a desrespeitar as regras de trânsito, já que leva ao extremo o desejo de criar as próprias leis. A ambição exagerada pode acender a inveja dos modelos mais novos e imponentes que cruzam seu caminho. Pode ficar deprimido, intolerante, impaciente e não foge de brigas. A maior fragilidade é a tendência à autodestruição e impulsividade, que ameaça a segurança do Rato e a do resto da bicharada que estiver ao seu redor. O gosto pela diversão também pode levá-lo a situações de risco.
Boi
Motoristas nascidos em: 1901 – 1913 – 1925 – 1937 – 1949 – 1961 – 1973 – 1985 – 1997
De bem com a vida: é gentil com os demais motoristas, acredita que praticar boas ações atrai boas ações. Coloca os deveres acima de qualquer desejo pessoal. Disciplinado e econômico, pode financiar aquele carrão dos sonhos sem se perder em dívidas. Um típico Boi nunca surpreende com atitudes bruscas ao volante ou provoca discussões. É cauteloso, calmo e reservado. Gosta de manter o carro impecável, cheiroso e com acessórios que lhe inspirem beleza e arte.
Quando ameaçado: o medo de parecer burro pode fazer um Boi rodar horas até achar o caminho, já que se recusa a pedir informações. Rancoroso, perseguiria um carro caso se sentisse injustiçado. Amante dos prazeres, deve aprender a ter autocontrole. Não fosse pelo bafômetro, poderia facilmente enganar as autoridades, já que, quando bêbado, mantém a postura e a aparência inalteráveis. Egocêntrico, é do tipo que se irrita até para dar passagem para ambulância. Conservador, costuma comprar carros da mesma marca e cor por anos.
Tigre
Motoristas nascidos em 1902 – 1914 – 1926 – 1938 – 1950 – 1962 – 1974 – 1986 – 1998
De bem com a vida: ao volante ou sentado no trono da rainha da Inglaterra, um tigre legítimo mantém a mesma pose de autoridade, virilidade, autoconfiança e prestígio, respaldados por sua inteligência e intelectualidade aguçadas. Tanta segurança, entretanto, não exclui um intenso desejo de aceitação e amor. Por isso, pode ter uma crise existencial se levar um corta-luz de um motorista distraído ou ir às lágrimas caso um pedestre revoltado o acuse justa ou injustamente.
Quando ameaçado: tanta originalidade pode fazer o excêntrico tigre inventar as próprias regras de trânsito, prejudicando os outros motoristas. Também tem facilidade para viajar do volante aos palcos da imaginação. Temperamento perigoso, já que o torna distraído e, ao mesmo tempo, engraçado: os vizinhos de pistas assistirão a um sujeito gesticulando sozinho no carro, rindo ou chorando com seus amiguinhos imaginários. Autodestrutivo e rebelde, pode provocar brigas sérias no trânsito.
Coelho
Motoristas nascidos em 190319151927193919511963197519871999
De bem com a vida: qualidade rara e boa do Coelho é não julgar os outros motoristas. Prefere dirigir o melhor possível e dar o exemplo, mas espera que eles aprendam com seus erros. Mais fácil um coelho sair da cartola que vê-lo desrespeitando uma Lei de trânsito. É responsável ao volante, principalmente porque gosta de andar com a caranga cheia de gente. Muito versátil, raramente compra o mesmo modelo ou marca de veículo mais de uma vez. E adora pegar a estrada porque, para um bom Coelho, uma boa paisagem é o que conta.
Quando ameaçado: bom levar uma caixa de lenço de papel no porta-luvas. Quando irritado, o Coelho puxa o freio de mão e chora. Lamenta a raiva que tomou conta dos motoristas e duvida que um dia isso mude. Humanitário, sofre pelos condutores injustiçados de todo o mundo. Sem coragem de reclamar (ainda que sozinho entre duas ou quatro portas), e com uma baita vergonha de se expor ao ridículo, fica com a raiva presa na garganta. Sem autoconfiança, ele planeja nunca mais dirigir, e acha que guiar não é para ele.
Dragão
Motoristas nascidos em 190419161928194019521964197619882000
De bem com a vida: um Dragão adora guiar, desde que não tenha horário a cumprir. A autonomia é a palavra-chave desse entusiasmado motorista, que dirige com a mesma felicidade de quem vai viajar ou apenas dar um pulo no supermercado. Odeia a mediocridade e a desonestidade, por isso só ganhará uma multa se o radar estiver com defeito. Portadores de energia invejável e coragem de samurai, aventuras off-road podem ser suas favoritas, principalmente se a proposta for guiar de um país a outro. Um Dragão anseia cruzar as próprias fronteiras.
Quando ameaçado: é bom ter um extintor de água com açúcar por perto. Um Dragão nervoso no trânsito costuma ter reações violentas. A irritação pode vir de uma injustiça, de se sentir forçado a mudar de faixa por causa de algum folgadinho, uma buzina mais prolongada. Um Dragão típico explodirá em segundos e partirá para o ataque. Humildade e tolerância são virtudes desconhecidas para ele. Bom começar a pensar em meditação, técnicas de respiração etc. Se um Dragão nervoso encontrar outro no trânsito, o negócio esquentará.
Serpente
Motoristas nascidos em 190519171929194119531965 197719892001
De bem com a vida: motorista de olhar penetrante e misterioso. Ao contrário de sua natureza, não serpenteia pela pista para conseguir minutos de vantagem. Ao volante é calmo e responsável. Adora encher o carro de gente, principalmente se o motivo for uma superbalada com os amigos. Dirigir é quase um evento social para o qual ele está sempre bem vestido. Chinelo, camiseta e cabelo desalinhado lhe dão arrepios. Costuma demonstrar a sorte que tem para dinheiro em carros de luxo e com tanto magnetismo quanto ele.
Quando ameaçado: nunca apresse um motorista Serpente. Teimoso e temperamental, ele pode simplesmente frear, jogar as chaves do carro na mesa e ligar a TV, ou dar um bote cujo veneno são rancores guardados há anos. Gosta de se exibir com o carro. Vingativo, se um motorista acelerar ao lado dele no farol, o escorregadio entenderá com um convite à disputa, e não desistirá até provar ao outro que com uma Serpente não se brinca. Frio e mau perdedor, pode colocar a vida dos outros em risco em busca de uma ultrapassagem.
Cavalo
Motoristas nascidos em 190619181930194219541966197819902002
De bem com a vida: difícil ver um Cavalo dirigindo um modelo preto ou prata. Ele gosta de cores marcantes, de preferência um carro personalizado para seu modo agitado de viver. Se precisar dirigir pela cidade, campo ou praia procurando a melhor balada, o Cavalo é o motorista certo. Tem disposição e curiosidade para explorar recantos desconhecidos. Inteligente e perspicaz, é o que reage melhor diante de um acidente: é capaz de ligar para a emergência, desviar o trânsito e consolar a vítima ao mesmo tempo.
Quando ameaçado: comer, falar ao celular e ouvir música. Fazer tudo isso, claro, enquanto dirige é típico do Cavalo, hiperativo de nascença. Ele sabe que essas atividades representam risco, mas apenas para motoristas que dirigem mal; não para ele, que se julga um piloto de F1. Instável, pode reagir a uma barbeiragem no trânsito tanto com um sorriso quanto com ato violento. Curioso, é do tipo que pára na avenida para ver um acidente, uma possibilidade de disco voador ou qualquer outra coisa que chame sua atenção.
Cabra
Motoristas nascidos em 190719191931194319551967197919912003
De bem com a vida: felicidade é tirar o carro da garagem e ver gente, ainda que seja no trânsito. Solidão e ócio são dois estados que tiram o motorista Cabra do sério. Altruísta e de temperamento pacífico, sente vontade de oferecer carona a idosos e mulheres com crianças que estejam no ponto de ônibus. Amável e preocupado com o planeta, não dorme em paz se agir com agressividade ou intolerância com outros motoristas. Livre e pioneiro por natureza, um rali em local inexplorado seria uma ótima opção de passeio.
Quando ameaçado: o excesso de imaginação torna o ato de dirigir quase sempre uma viagem ao passado, tendência da Cabra clássica que, por esse motivo, perde em concentração. Emotivo e sensível, esse tipo de motorista é mais suscetível aos problemas ligados ao estresse, já que tende a ficar nervoso por muito pouco. Ciumento e preocupado com as aparências, costuma ter obsessão em checar possíveis riscos na lataria. Tendência a desrespeitar as leis de trânsito – e muitas outras – são típicas da Cabra em desequilíbrio.
Macaco
Motoristas nascidos em 190819201932194419561968198019922004
De bem com a vida: o motorista Macaco, mesmo no trânsito caótico, orgulha-se de dirigir e possuir um carro. Dotado de grande inteligência e autonomia, sente-se desconfortável na posição de passageiro. Muito gentil e generoso, raramente perde a classe xingando ou fazendo sinais para outros motoristas. Ainda que internamente esteja a ponto de explodir de ódio, mantém o olhar sereno e sorriso de Buda. Não é fraqueza, é consciência de que o importante é chegar e bem. De que adianta ficar tendo chilique?
Quando ameaçado: esse tipo de motorista pode ser perigoso. Caso se sinta desonrado ou criticado injustamente, pode – com freadas, aceleradas ameaçadoras e fechadas – levar o outro condutor a passar maus bocados no carro. Muito cruel, mas ainda com classe e sorriso de Buda, nem se importa com a possibilidade de também se dar mal nesse jogo de orgulhos. A tendência à manipulação e o excesso de vaidade podem fazer do Macaco um motorista irresponsável e imaturo.
Galo
Motoristas nascidos em 190919211933194519571969198119932005
De bem com a vida: com raras exceções, o motorista Galo dirige bem, já que se dedica a aprender sempre mais um pouco. Não se importa em acordar cedo para driblar o trânsito nem sair mais tarde do trabalho, com o mesmo objetivo. Graças à boa memória, tem facilidade para gravar caminhos. Muito preocupado com a estabilidade financeira, prefere carros econômicos aos luxuosos. Entretanto, mesmo um carro 1.0, costuma estar impecável, perfumado e com discretas personalizações.
Quando ameaçado: faz julgamento precipitado, dispara desaforos amargos na direção de outros condutores; mais tarde, se arrepende e sente culpa pelo temperamento pedante e perfeccionista. Se provocado, não dá a vez nem para mulher grávida. Quando sozinho no carro, costuma ter ataques de melancolia e desconfiança sobre suas potencialidades, o que o deixa ainda mais intolerante ao volante. Depois da raiva, o motorista passa a borracha sobre o ocorrido e perde a chance de aprender com as próprias emoções.
Cachorro
Motoristas nascidos em 191019221934194619581970198219942006
De bem com a vida: o trânsito não importa, desde que o motorista Cachorro esteja com os amores em dia. Romântico e interessado em gente, ele gosta de dar e receber carona. Adora falar, mas não qualquer coisa. Muito reflexivo, o carro, a pista, o farol poderiam bem dar origem a uma trilogia filosófica. Dotado de calor humano contagiante, recebe gentilezas dos outros condutores, e faz muitas também. Amante da vida e dos prazeres, paga mais caro para ter um carro confortável e refinado.
Quando ameaçado: fica profundamente magoado. Tem rancor suficiente para dirigir de um Estado a outro de cara fechada. Não sabe lidar com a agressividade alheia, assumindo um comportamento hostil ao volante. Fica tão impaciente com situações de escândalo e briga que, às vezes, precisa parar o carro para tomar uma água e recuperar o equilíbrio emocional. Ciumento quase patológico, costuma investigar o próprio carro em busca de bilhetinhos que, por azar, seu amor possa ter deixado cair.
Javali
Motoristas nascidos em 191119231935194719591971198319952007
De bem com a vida: se o desejo move o homem, no motorista Javali, move montanhas. Mal ele realiza o sonho de comprar um carro novo, fica ansioso para experimentar outro lançamento. Independente, não tem problema em dirigir sozinho em busca de aventura. Em vez de CDs, costuma ter livros espalhados pelo carro, pois adora calibrar o intelecto. Preocupa-se se os filhos vão ser bons motoristas, e faz questão de dar o exemplo quando está com eles ou outros familiares no carro. São condutores responsáveis e versáteis.

Quando ameaçado: é difícil tirar um motorista Javali do sério, desde que não se mexa com alguém da família dele. Aí, o instinto vingativo entra em ação, podendo dar início a uma perseguição à lá 007, com direito a xingamentos vulgares e ameaças. Isso, sem medir o potencial de fogo do outro condutor, que pode surpreendê-lo com ações ainda mais destrutivas. Inveja também é o ponto fraco do motorista Javali em desequilíbrio, que acha defeitos ou crítica àqueles que têm um carro melhor do que o dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *